Oportunidade de Trabalho: Assessor/a de Advocacy em Brasília (Brasil)

Brasil, 09 de fevereiro de 2021 – O Instituto Internacional sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos é uma organização internacional de proteção dos direitos humanos fundada em 2015, que trabalha com ativistas locais na América Latina para construir movimentos populares que promovam a proteção dos direitos das populações marginalizadas por seu gênero, raça, etnia, status socioeconômico, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência.

Raça e Igualdade adota uma abordagem proativa para desenvolver a capacidade de suas organizações parceiras e promover os direitos de pessoas afro-latinas, LGBTI, povos indígenas, mulheres e outros grupos marginalizados. Usamos uma combinação de litígio, mobilização da comunidade, relatórios de direitos humanos, pesquisa e incidência em nível nacional e internacional, o que nos permite unir nossos parceiros para desenvolver e implementar estratégias para mudanças sociais, culturais e políticas. Um aspecto fundamental desse trabalho concentra-se na expansão do papel das ONGs que representam as comunidades marginalizadas em nível regional. Por essa razão, nosso programa inclui o fortalecimento da capacidade de nossas organizações parceiras para defender a plena e completa incorporação de temas de discriminação e racismo na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígio dentro do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com o litígio nacional, promoção de políticas e mobilização comunitária.

Descrição do trabalho: Trabalhando em colaboração com nossas organizações parceiras, outros Oficiais de Raça e Igualdade no Brasil e o Diretor Executivo, a pessoa que prestará a consultoria desempenhará ações de incidência junto ao Congresso Nacional e demais instituições em Brasília, além de fortalecer as relações da instituição com demais organizações da sociedade civil, conduzir atividades de advocacy, mapear e implementar estratégias para a defesa de direitos humanos conforme as áreas de atuação da  Raça e Igualdade, acompanhar trâmites legislativos, e demais tarefas inerentes ao cargo.

Qualificações: Bacharel em Direito, relações internacionais, ciência política,  administração pública, comunicação ou áreas correlatas, dando-se preferência a estudos especializados em direitos humanos. 3-5 anos de experiência em direitos humanos ou áreas afins na América Latina; capacidade de raciocínio político maduro e conhecimento das tradições políticas e jurídicas da América Latina; conhecimento sobre o contexto socioeconômico do Brasil e da América Latina; conhecimento/experiência em questões de discriminação racial, étnica e LGBTI na região; conhecimento/experiência sobre os direitos das mulheres negras e sobre o movimento feminista; capacidade demonstrada de compreender e trabalhar questões de gênero e sexualidade; habilidades desenvolvidas de redação e pesquisa; conhecimento sobre os Sistemas Interamericano e das Nações Unidas. Habilidades para trabalhar sob pressão de tempo será valorizada. É importante ter amplo conhecimento do processo legislativo. É necessário que se tenha boa comunicação oral e escrita em português, inglês e espanhol. O cargo é por 1 ano, com possibilidade de prorrogação.

Remuneração: Por nível de experiência e de acordo com organizações sem fins lucrativos na América Latina.

Inscrição: Informações somente por e-mail. Envie carta de apresentação, currículo e amostra de redação em espanhol ou inglês e português por e-mail para jobs@raceandequality.org.

Raça e Igualdade dará prioridade a pessoas negras, quilombolas, indígenas e LGBTI.

5 3 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments

Latest News

Organizaciones internacionales piden rendición de cuentas de Nicaragua ante Corte IDH por desprotección a personas defensoras de derechos humanos
Organizaciones internacionales piden rendición de cuentas de Nicaragua ante Corte IDH por desprotección a personas defensoras de derechos humanos
mayo 5, 2021
El Estado fue convocado por la Corte IDH para referirse a las medidas de protección dictadas a favor de integrantes del Centro Nicaragüense de Derechos Humanos (CENIDH) y de la Comisión Perm
Raza e Igualdad Llama Al Gobierno Colombiano A Detener La Represión De Las Manifestaciones Ciudadanas Y Exige Que Cumpla Con Sus Obligaciones Internacionales En Materia De Derechos Humanos
Raza e Igualdad Llama Al Gobierno Colombiano A Detener La Represión De Las Manifestaciones Ciudadanas Y Exige Que Cumpla Con Sus Obligaciones Internacionales En Materia De Derechos Humanos
mayo 4, 2021
Bogotá, 4 de mayo de 2021.- El Instituto Internacional sobre Raza, Igualdad y Derechos Humanos (Raza e Igualdad) expresa su máxima preocupación por las violaciones de derechos humanos deriva
AMARC-ALC, CPJ, IFEX-ALC, Race and Equality y Voces del Sur condenan el deterioro de la libertad de prensa en Nicaragua y exhortan a las autoridades nicaragüenses a garantizar el ejercicio de la libertad de expresión y de prensa.
AMARC-ALC, CPJ, IFEX-ALC, Race and Equality y Voces del Sur condenan el deterioro de la libertad de prensa en Nicaragua y exhortan a las autoridades nicaragüenses a garantizar el ejercicio de la libertad de expresión y de prensa.
mayo 3, 2021
Al conmemorar el Día Mundial de la Libertad de Prensa, las organizaciones que suscribimos el presente comunicado condenamos el grave deterioro a la libertad de expresión y de prensa que actu