Oportunidade de Trabalho: Consultor/a/e LGBTI+ no Brasil

Oportunidade de Trabalho: Consultor/a/e LGBTI+ no Brasil

OPORTUNIDADE DE TRABALHO

Consultor LGBTI no Brasil

Localização: Rio de Janeiro – Brasil

 

O Instituto Internacional sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos é uma organização internacional de proteção dos direitos humanos fundada em 2015, que trabalha com ativistas locais na América Latina para construir movimentos populares que promovam a proteção dos direitos das populações marginalizadas por seu gênero, raça, etnia, status socioeconômico, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência.

 

Raça e Igualdade adota uma abordagem proativa para desenvolver a capacidade de suas organizações parceiras e promover os direitos de pessoas afro-latinas, LGBTI+, povos indígenas, mulheres e outros grupos marginalizados. Usamos uma combinação de litígio, mobilização da comunidade, relatórios de direitos humanos, pesquisa e incidência em nível nacional e internacional, o que nos permite unir nossos parceiros para desenvolver e implementar estratégias para mudanças sociais, culturais e políticas. Um aspecto fundamental desse trabalho concentra-se na expansão do papel das ONGs que representam as comunidades marginalizadas em nível regional. Por essa razão, nosso programa inclui o fortalecimento da capacidade de nossas organizações parceiras para defender a plena e completa incorporação de temas de discriminação e racismo na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígio dentro do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com o litígio nacional, promoção de políticas e mobilização comunitária.

 

Descrição do trabalho: Trabalhando em colaboração com nossas organizações parceiras, Oficial Sênior LGBTI, outros Oficiais do Programa em Brasil e o Diretor Executivo, a pessoa que prestará a consultoria apoiará o Programa LGBTI no Brasil e ajudará a implementar nossos projetos no país. Isso inclui a documentação de violações dos direitos humanos e o trabalho jurídico e de defesa junto ao Sistema Interamericano de Direitos Humanos e ao Sistema Universal. Outras responsabilidades incluem: apoio em workshops e cursos sobre direitos humanos para nossas organizações parceiras; acompanhamento e seguimento dos projetos com parceiros; acompanhamento no contencioso nacional e internacional; preparação de relatórios sobre a situação dos direitos LGBTI+ no país; tradução de documentos; e elaboração relatórios de impacto do programa, incluindo aspectos administrativos e logísticos.

 

Qualificações: Bacharel em Direito, dando-se preferência a estudos especializados em direitos humanos. 3-5 anos de experiência em direitos humanos ou áreas afins na América Latina; capacidade de raciocínio político maduro e conhecimento das tradições políticas e jurídicas da América Latina; conhecimento sobre o contexto socioeconômico do Brasil e da América Latina; conhecimento/experiência em questões de discriminação racial, étnica e LGBTI+ na região; conhecimento/experiência sobre os direitos das mulheres negras e sobre o movimento feminista; capacidade demonstrada de compreender e trabalhar questões de gênero e sexualidade; habilidades desenvolvidas de redação e pesquisa; conhecimento sobre os Sistemas Interamericano e das Nações Unidas. Habilidades para trabalhar sob pressão de tempo será valorizada. São desejáveis ainda; capacidade de trabalhar sob pressão; excelente atenção aos detalhes; capacidade de administrar programas; conhecimento do pacote Microsoft Office e experiência em pesquisa e levantamento de dados; São necessárias habilidades de comunicação oral/escrita em inglês e espanhol.

 

Remuneração: compatível com a experiência e escala em organizações não governamentais do Brasil.

 

Inscrição: Informações somente por e-mail. Enviar até o dia 17 de novembro de 2023, currículo, dois contatos de referência e carta de apresentação em espanhol, inglês e português por e-mail para jobs@raceandequality.org

 

Pessoas LGBTI+ negras são especialmente convidadas a se inscrever.

Raça e Igualdade é um empregador de oportunidades iguais.

Oportunidade de Trabalho: Consultoria para o tema racial e étnico

TERMO DE REFERÊNCIA
CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PARA
CONSULTORIA PARA O TEMA RACIAL E ÉTNICO
Contratação imediata
Preferência para candidatos/as/es quilombolas e indígenas
Localidade: Brasília

 

Brasil, 16 de Outubro de 2023.– O Instituto sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos trabalha para promover a igualdade racial e étnica das comunidades afrodescendentes e indígenas – uma abordagem única entre as organizações internacionais de direitos humanos. Trabalhamos com organizações afrodescendentes no Brasil, bem como com uma grande variedade de organizações que combatem a discriminação racial na América Latina ou que combatem a discriminação com base na orientação sexual e identidade de gênero.

Raça e Igualdade tem uma abordagem dinâmica de capacitação para promover os direitos dos (as) afro-latinos (as), pessoas LGBTI+, povos indígenas, mulheres e outras comunidades vulnerabilizadas. Usando uma combinação de litígio, mobilização comunitária, relatórios de direitos humanos, pesquisa e metodologia de defesa em nível nacional e internacional, nos juntamos a nossos parceiros no desenvolvimento e implementação de estratégias de mudança. É fundamental para este trabalho expandir o papel das ONGs que representam comunidades marginalizadas em nível regional. Portanto, nosso programa inclui a capacitação de nossos (as) parceiros (as) para defender a incorporação total de questões de discriminação na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígios no Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com litígios domésticos, defesa de políticas e mobilização comunitária. O uso do Sistema Universal também é crucial para o avanço dos direitos humanos, em particular os Procedimentos Especiais e Órgãos de Tratados no sistema ONU.

Descrição do trabalho:

Trabalhando em estreita colaboração com nossos (as) parceiros (as), com o diretor do Programa Brasil e o Diretor Executivo em Washington, D.C., este cargo fornece suporte administrativo e programático para a organização. A consultoria trabalhará de perto com OSC com as quais Raça e Igualdade já tem relação de parceria e ao mesmo tempo buscará novos parceiros (as) em território nacional, com a possibilidade de dialogar com os demais programas de Raça e Igualdade pela América Latina, fortalecendo os processos e capacitando parceiros (as) para o combate ao racismo e a intolerância religiosa no Brasil e na região.

As desigualdades pautadas em raça e etnia, aliados a outros fatores de exclusão será o principal na atividade a ser desenvolvida, na busca de estreitar a relação com populações historicamente vulnerabilizadas, do combate ao racismo em suas frentes múltiplas e que atingem majoritariamente afro-brasileiros e indígenas. Desta forma, necessário atuação em casos individuais e coletivos, em capacitações e fortalecimento para atuação nos sistemas internacionais de defesa dos direitos humanos (OEA_ONU) destas populações, possibilidade de atuar com o convênio entre Estados Unidos e Brasil (Join Action Plan[1]) e outras atividades relacionais aos demais temas e programas institucionais.

Algumas atividades relacionadas a documentação são necessárias para o desempenho da função, tais quais, manuseio de registros financeiros, coordenação de reuniões e conferências, obtenção de suprimentos, coordenação de malas diretas e trabalho em projetos especiais. Muitas das informações poderão ser altamente confidenciais e sensíveis. Necessidade de dialogar com os demais temas e assim identificar capacidades que possam ser trabalhadas transversalmente.

Funções essenciais

  • Realização de trabalhos de pesquisa de curta duração sobre uma variedade de temas; trabalhar de forma independente e da mesma forma em equipe em projetos especiais que possam surgir ou que já estejam em andamento;
  • Redação e edição em português (essencial), espanhol e inglês (em bom nível) de uma série de correspondências e outros documentos;
  • Acompanhamento de notícias e eventos políticos nos países em que o Raça e Igualdade atua;
  • Participar de reuniões, eventos e conferências relacionadas ao trabalho de Raça e Igualdade;
  • Pesquisa de oportunidades de financiamento de acordo com as áreas de projeto de Raça e Igualdade;
  • Fornecer apoio logístico e administrativo aos escritórios de campo e equipe regional;
  • Organização e gerenciamento de logística de viagens nacionais e internacionais, reuniões, eventos e teleconferências para equipe de Raça e Igualdade e organizações parceiras;
  • Apoio programático geral, incluindo outras funções relacionadas à pesquisa, redação e defesa direta, dependendo das necessidades do programa e das habilidades do (a) candidato (a)

Habilitações:

Disponibilidade para trabalhar em Brasília, com eventual necessidade de viagens nacionais e internacionais;

Ser bacharel em ciências humanas, preferencialmente na área do direito, sem exclusão de outras áreas;

Diploma universitário, com 1 a 3 anos de experiência trabalhando em direitos humanos;

Desejável conhecimento ou experiência em especial no tema de racismo e discriminação racial e étnica em face das populações negra e indígena;

São desejáveis ainda; capacidade de trabalhar sob pressão; excelente atenção aos detalhes; capacidade de administrar programas; conhecimento do pacote Microsoft Office e experiência em pesquisa e levantamento de dados;

São necessárias habilidades de comunicação oral/escrita em inglês e espanhol.

Salário: compatível com a experiência e escala em organizações não governamentais do Brasil.

 

Data limite para submissão: 1 de novembro de 2023

 

Aplicação: Envie imediatamente uma carta de apresentação em português, inglês e espanhol; currículo e três contatos de referências por e-mail para jobs@raceandequality.org.

 

[1] JAPER – O Plano de Ação Conjunta reconhece que o Brasil e os Estados Unidos são democracias multiétnicas e multirraciais cujos laços de amizade são fortalecidos por experiências compartilhadas. Ambos os países celebram as ricas contribuições dos povos afrodescendentes e das populações indígenas para a estrutura das nossas sociedades. A estrutura única do Plano de Acção Conjunta e os objetivos de igualdade racial e étnica e inclusão social suscitaram interesse noutros países do Hemisfério Ocidental em prosseguirem parcerias semelhantes e, em Janeiro de 2010, os Estados Unidos assinaram um Plano de Ação semelhante com a Colômbia. A reunião do Grupo Diretor do Plano de Ação Conjunta 2011, com representação de alto nível dos governos dos EUA e do Brasil, foi realizada em Washington, DC, em dezembro de 2011.

Assessor/a/e de Incidência Política em Brasília

OPORTUNIDADE DE TRABALHO 

Assessor/a/e de Incidência Política – Brasília 

 Localização: Brasília – Brasil 

 

O Instituto Internacional sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos é uma organização internacional de proteção dos direitos humanos fundada em 2015, que trabalha com ativistas locais na América Latina para construir movimentos populares que promovam a proteção dos direitos das populações marginalizadas por seu gênero, raça, etnia, status socioeconômico, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência. 

 

Raça e Igualdade adota uma abordagem proativa para desenvolver a capacidade de suas organizações parceiras e promover os direitos de pessoas afro-latinas, LGBTI+, povos indígenas, mulheres e outros grupos marginalizados. Usamos uma combinação de litígio, mobilização da comunidade, relatórios de direitos humanos, pesquisa e incidência em nível nacional e internacional, o que nos permite unir nossos parceiros para desenvolver e implementar estratégias para mudanças sociais, culturais e políticas. Um aspecto fundamental desse trabalho concentra-se na expansão do papel das ONGs que representam as comunidades marginalizadas em nível regional. Por essa razão, nosso programa inclui o fortalecimento da capacidade de nossas organizações parceiras para defender a plena e completa incorporação de temas de discriminação e racismo na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígio dentro do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com o litígio nacional, promoção de políticas e mobilização comunitária. 

 

Descrição do trabalho: Trabalhando em colaboração com nossas organizações parceiras, com os Oficiais de Raça e Igualdade no Brasil, com o Diretor do Programa Brasil e Diretor Executivo, a pessoa responsável pela consultoria irá desempenhar ações de incidência junto ao Congresso Nacional. Além disso, esse trabalho abrange incidência junto a instituições públicas federais, embaixadas, organizações da sociedade civil em Brasília e nos demais Estados com a colaboração das/os/es consultores. Assim, o/a/e Assessor/a/e deve conduzir atividades de advocacy e incidência política, mapear e implementar estratégias para a defesa de direitos humanos conforme as áreas de atuação da Raça e Igualdade; acompanhar trâmites legislativos e as demais tarefas inerentes ao cargo. 

 

Qualificações: Bacharel em Direito, Relações Internacionais, Ciência Política, Administração Pública, Comunicação ou áreas correlatas, dando-se preferência a estudos especializados em direitos humanos. Experiência de 3-5 anos em direitos humanos ou áreas afins na América Latina; capacidade de raciocínio político maduro e conhecimento das tradições políticas e jurídicas da América Latina. Conhecimento sobre o contexto socioeconômico do Brasil e da América Latina; conhecimento/experiência em questões de discriminação racial, étnica e LGBTI+ na região; conhecimento/experiência sobre os direitos das mulheres negras e sobre o movimento feminista; capacidade de compreender e trabalhar questões de gênero e sexualidade; habilidades desenvolvidas de redação e pesquisa; conhecimento sobre os Sistemas Interamericano e das Nações Unidas. Habilidades para trabalhar sob pressão de tempo será valorizada. É importante ter amplo conhecimento do processo legislativo. É necessário que se tenha boa comunicação oral e escrita em português, inglês e espanhol. O cargo é por 1 ano, com possibilidade de prorrogação. 

 

Remuneração: Por nível de experiência e de acordo com organizações sem fins lucrativos na América Latina.  

 

Como aplicar: Informações somente por e-mail. Enviar carta de apresentação, currículo e amostra de redação em espanhol, inglês e português e uma carta de referência para jobs@raceandequality.org. 

 

 Raça e Igualdade dará prioridade a pessoas negras, quilombolas, indígenas e LGBTI. 

Oportunidade de Trabalho: Assistente Administrativo

Brasil, 28 de julho de 2023 – O Instituto sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos trabalha para promover a igualdade racial e étnica das comunidades afrodescendentes e indígenas – uma abordagem única entre as organizações internacionais de direitos humanos. Trabalhamos com organizações afrodescendentes no Brasil, bem como com uma grande variedade de organizações que combatem a discriminação racial na América Latina e/ou que combatem a discriminação com base na orientação sexual e identidade de gênero.

O trabalho de Raça e Igualdade no Brasil se concentra no fortalecimento da capacidade de nossos parceiros locais por meio de uma abordagem proativa para desenvolver a capacidade de suas organizações parceiras e promover os direitos de pessoas afro-latinas, LGBTI+, povos indígenas, mulheres e outros grupos marginalizados. Usamos uma combinação de litígio, mobilização da comunidade, relatórios de direitos humanos, pesquisa e incidência em nível nacional e internacional, o que nos permite unir nossos parceiros para desenvolver e implementar estratégias para mudanças sociais, culturais e políticas. O Instituto busca fortalecer a capacidade de nossos parceiros e líderes dos diferentes países em que atuamos para participar ativamente dos espaços internacionais de defesa dos direitos humanos; Sistema Interamericano de Proteção dos Direitos Humanos – OEA e Sistema Universal de Proteção dos Direitos Humanos – ONU.

Através da perspectiva interseccional, Raça e Igualdade atua para combater a prática da discriminação racial e da brutalidade policial contra a população negra e indígena nas áreas urbanas e norte do país, através do monitoramento e da documentação de violações de direitos humanos e da assistência às vítimas que buscam acesso à justiça. Ademais, junto às redes de organizações LGBTI+, trabalhamos para tornar visível a situação da população LGBTI afro-brasileira em casos de discriminação contra sua orientação sexual, identidade de gênero, raça e etnia.

Descrição do trabalho:

Trabalhando em estreita colaboração com nossos (as) parceiros (as), Diretor do Programa Brasil, consultoras (es) locais e colegas dos demais programas. Este cargo irá fornecer suporte administrativo para a organização. O assistente administrativo é aquele profissional que se responsabiliza por basicamente todas as demandas administrativas que acontecem no cotidiano do escritório.

Funções essenciais:

  • auxiliar os gestores nas suas atividades;
  • fornecer suporte às necessidades operacionais;
  • fazer contato com os clientes e fornecedores;
  • gerenciar os documentos recebidos e enviados pela empresa;
  • organizar a agenda do seu setor ou gestor;
  • controlar as receitas e a aquisição de materiais;
  • envio e recebimento de documentos;
  • controle das contas;
  • elaboração de relatórios;
  • emissão de notas fiscais;
  • atualização de cadastros e arquivos;
  • atendimento ao público e fornecedores;
  • otimização dos processos logísticos.

Habilitações:

Disponibilidade para trabalhar no Rio de Janeiro de modo presencial;

Ser bacharel em administração;

São desejáveis ainda; capacidade de trabalhar em equipe, às vezes sob pressão em razão de prazos mais curtos; excelente atenção aos detalhes; capacidade de administrar programas; conhecimento do pacote Microsoft Office, conhecimento de gestão;

São necessárias excelentes habilidades de comunicação oral/escrita em inglês ou espanhol, destacando de que parte da entrevista será feita no idioma indicado.

Salário: compatível com a experiência

Aplicação:

Envie imediatamente uma carta de apresentação, currículo, amostras de redação em inglês ou espanhol e indicação de duas referências com informações de contato por e-mail para jobs@raceandequality.org.

*Raça e Igualdade dará prioridade para pessoas negras, indígenas, quilombolas e LGBTI+

Oportunidade de Trabalho: CONSULTORIA EM PROJETO DE COMBATE AO RACISMO RELIGIOSO

Brasil, 04 de julho de 2023 – O Instituto sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos trabalha para promover a igualdade racial e étnica das comunidades afrodescendentes e indígenas – uma abordagem única entre as organizações internacionais de direitos humanos. Trabalhamos com organizações afrodescendentes no Brasil, assim como com uma grande variedade de organizações que combatem a discriminação racial na América Latina e/ou que combatem a discriminação com base na orientação sexual e identidade de gênero.

Raça e Igualdade possui uma abordagem dinâmica de capacitação para promover os direitos dos/as/es afro-latinos/as/es, pessoas LGBTI+, povos indígenas, mulheres e outras comunidades em situação de vulnerabilidade. Através de uma combinação de litígio, mobilização comunitária, relatórios de direitos humanos, pesquisa e metodologia de defesa em nível nacional e internacional, nos unimos aos nossos parceiros no desenvolvimento e implementação de estratégias de mudança. É fundamental para nosso trabalho expandir o papel das ONGs que representam comunidades marginalizadas em nível regional. Portanto, nosso programa inclui a capacitação de nossos/as/es parceiros/as/es para defender a incorporação total de questões de discriminação na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígios no Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com litígios domésticos, defesa de políticas e mobilização comunitária. O uso do Sistema Universal também é crucial para o avanço dos direitos humanos, em particular os Procedimentos Especiais e Órgãos de Tratados, como os Comitês UN CERD e CEDAW. Raça e Igualdade trabalha extensivamente no sistema ONU.

“O patrimônio de religiosidades afro-brasileiras é muito rico de valores e costumes, no entanto, são desvalorizadas por segmentos da sociedade, sejam eles católicos ou evangélicos, citando as duas denominações de atuação mais densa no país. Por fazerem parte de uma herança cultural que contribuiu para os alicerces de constituição do país, as religiões de matriz africana deveriam ter sua imagem pelo menos respeitada, legitimadas no cenário religioso brasileiro”[1].

Descrição do trabalho:

Trabalhando em estreita colaboração com nossos/as/es parceiros/as/es, com o Diretor do Programa Brasil e com o Diretor Executivo em Washington, D.C., este cargo fornece suporte administrativo e programático para a organização. A consultoria trabalhará de perto com OSC com as quais Raça e Igualdade já tem relação de parceria e ao mesmo tempo deve buscar novos parceiros/as/es em território nacional. Deve-se dialogar com os demais programas de Raça e Igualdade pela América Latina, fortalecendo os processos e capacitando parceiros/as/es para o combate ao racismo e a intolerância religiosa no Brasil e na região.

Algumas atividades relacionadas a documentação são necessárias para o desempenho da função, tais quais: manuseio de registros financeiros, coordenação de reuniões e conferências, obtenção de suprimentos, coordenação de malas diretas e trabalho em projetos especiais. Muitas das informações poderão ser altamente confidenciais e sensíveis. Necessidade de dialogar com os demais temas e, assim, identificar capacidades que possam ser trabalhadas transversalmente.

Funções essenciais:

  • Realização de trabalhos de pesquisa de curta duração sobre uma variedade de temas; trabalhar de forma independente e da mesma forma em equipe em projetos especiais que possam surgir ou que já estejam em andamento;
  • Redação e edição em português, espanhol e inglês de uma série de correspondências e outros documentos;
  • Acompanhamento de notícias e eventos políticos nos países em que o Raça e Igualdade atua;
  • Participar de reuniões, eventos e conferências relacionadas ao trabalho de Raça e Igualdade;
  • Pesquisa de oportunidades de financiamento de acordo com as áreas de projeto de Raça e Igualdade;
  • Fornecer apoio logístico e administrativo aos escritórios de campo e equipe regional;
  • Organização e gerenciamento de logística de viagens nacionais e internacionais, reuniões, eventos e teleconferências para equipe de Raça e Igualdade e organizações parceiras;
  • Apoio programático geral, incluindo outras funções relacionadas à pesquisa, redação e defesa direta, dependendo das necessidades do programa e das habilidades do/a/e candidato/a/e.

Habilitações:

  • Disponibilidade para trabalhar no Rio de Janeiro na modalidade híbrido;
  • Bacharelado na área de humanidades, caso o bacharelado seja em direito, é desejável inscrição definitiva na OAB, mas não é impeditivo para participar do edital;
  • 1 a 3 anos de experiência trabalhando em direitos humanos;
  • Desejável conhecimento ou experiência em especial no tema da intolerância religiosa, assim como em discriminação étnica e racial na América Latina;
  • São desejáveis ainda: capacidade de trabalhar sob pressão; excelente atenção aos detalhes; capacidade de administrar programas; conhecimento do pacote Microsoft Office e experiência em pesquisa e levantamento de dados;
  • São necessárias excelentes habilidades de comunicação oral/escrita em inglês e espanhol.

 Salário: compatível com a experiência e escala em organizações não governamentais em Washington, D.C.

Aplicação para a vaga: Envie imediatamente uma carta de apresentação, currículo, amostras de redação em inglês e espanhol e três referências com informações de contato por e-mail para jobs@raceandequality.org.

Data Limite para aplicação: 04 de agosto de 2023

*Raça e Igualdade dará prioridade para pessoas negras, indígenas, quilombolas e LGBTI+

[1] trabalho_submissaoId_230_2305cc2fa7b34e8b.pdf (ufma.br)

Oportunidade de Trabalho: Consultor LGBTI no Brasil

OPORTUNIDADE DE TRABALHO

Consultor LGBTI no Brasil

Localização: Rio de Janeiro – Brasil

O Instituto Internacional sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos é uma organização internacional de proteção dos direitos humanos fundada em 2015, que trabalha com ativistas locais na América Latina para construir movimentos populares que promovam a proteção dos direitos das populações marginalizadas por seu gênero, raça, etnia, status socioeconômico, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência.

Raça e Igualdade adota uma abordagem proativa para desenvolver a capacidade de suas organizações parceiras e promover os direitos de pessoas afro-latinas, LGBTI, povos indígenas, mulheres e outros grupos marginalizados. Usamos uma combinação de litígio, mobilização da comunidade, relatórios de direitos humanos, pesquisa e incidência em nível nacional e internacional, o que nos permite unir nossos parceiros para desenvolver e implementar estratégias para mudanças sociais, culturais e políticas. Um aspecto fundamental desse trabalho concentra-se na expansão do papel das ONGs que representam as comunidades marginalizadas em nível regional. Por essa razão, nosso programa inclui o fortalecimento da capacidade de nossas organizações parceiras para defender a plena e completa incorporação de temas de discriminação e racismo na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígio dentro do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com o litígio nacional, promoção de políticas e mobilização comunitária.

Descrição do trabalho: Trabalhando em colaboração com nossas organizações parceiras, Oficial Sênior LGBTI, outros Oficiais do Programa em Brasil e o Diretor Executivo, a pessoa que prestará a consultoria apoiará o Programa LGBTI no Brasil e ajudará a implementar nossos projetos no país. Isso inclui a documentação de violações dos direitos humanos e o trabalho jurídico e de defesa junto ao Sistema Interamericano de Direitos Humanos e ao Sistema Universal. Outras responsabilidades incluem: apoio em workshops e cursos sobre direitos humanos para nossas organizações parceiras; acompanhamento e seguimento do projectos com parceiros; acompanhamento no contencioso nacional e internacional; preparação de relatórios sobre a situação dos direitos LGBTI+ no país; tradução de documentos; e elaboração relatórios de impacto do programa, incluindo aspectos administrativos e logísticos.

Qualificações: Bacharel em Direito, dando-se preferência a estudos especializados em direitos humanos. 3-5 anos de experiência em direitos humanos ou áreas afins na América Latina; capacidade de raciocínio político maduro e conhecimento das tradições políticas e jurídicas da América Latina; conhecimento sobre o contexto socioeconômico do Brasil e da América Latina; conhecimento/experiência em questões de discriminação racial, étnica e LGBTI na região; conhecimento/experiência sobre os direitos das mulheres negras e sobre o movimento feminista; capacidade demonstrada de compreender e trabalhar questões de gênero e sexualidade; habilidades desenvolvidas de redação e pesquisa; conhecimento sobre os Sistemas Interamericano e das Nações Unidas. Habilidades para trabalhar sob pressão de tempo será valorizada. É necessário que se tenha boa comunicação oral e escrita em inglês e espanhol. O cargo é por 1 ano, com possibilidade de prorrogação.

Remuneração: Por nível de experiência e de acordo com organizações sem fins lucrativos na América Latina.

Inscrição: Informações somente por e-mail. Envie carta de apresentação, currículo e amostra de redação em espanhol ou inglês e português por e-mail para jobs@oldrace.wp.

Pessoas LGBTI negras são especialmente convidadas a se inscrever.

Raça e Igualdade é um empregador de oportunidades iguais.

Oportunidade de Trabalho – Consultoria para apoiar projeto futuro sobre participação política de mulheres negras LBTI

Brasil, 29 de outubro de 2021 – O Instituto Internacional sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos é uma organização internacional de proteção dos direitos humanos fundada em 2015, que trabalha com ativistas locais na América Latina para construir movimentos populares que promovam a proteção dos direitos das populações marginalizadas por seu gênero, raça, etnia, status socioeconômico, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência.

Raça e Igualdade adota uma abordagem proativa para desenvolver a capacidade de suas organizações parceiras e promover os direitos de pessoas afro-latinas, LGBTI, povos indígenas, mulheres e outros grupos marginalizados. Usamos uma combinação de litígio, mobilização da comunidade, relatórios de direitos humanos, pesquisa e incidência em nível nacional e internacional, o que nos permite unir nossos parceiros para desenvolver e implementar estratégias para mudanças sociais, culturais e políticas. Um aspecto fundamental desse trabalho concentra-se na expansão do papel das ONGs que representam as comunidades marginalizadas em nível regional. Por essa razão, nosso programa inclui o fortalecimento da capacidade de nossas organizações parceiras para defender a plena e completa incorporação de temas de discriminação e racismo na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígio dentro do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com o litígio nacional, promoção de políticas e mobilização comunitária.

Descrição do trabalho: Trabalhando em colaboração com nossas organizações parceiras, outros Oficiais do Programa Brasil e o Diretor Executivo, a pessoa que prestará a consultoria apoiará o Instituto no Brasil e ajudará a implementar nossos projetos no país, sendo responsável por um projeto futuro a respeito de participação e capacitação política de mulheres negras LBTI. Isso inclui a documentação de violações dos direitos humanos e o trabalho jurídico e de defesa junto ao Sistema Interamericano de Direitos Humanos e ao Sistema Universal. Outras responsabilidades incluem: apoio em workshops e cursos sobre direitos humanos para nossas organizações parceiras; acompanhamento no contencioso nacional e internacional; preparação de relatórios sobre a situação dos direitos humanos no país; e elaboração relatórios de impacto do programa, incluindo aspectos administrativos e logísticos.

Qualificações: É necessário ter 3-5 anos de experiência e conhecimento direitos humanos; capacidade de raciocínio político maduro e conhecimento do contexto político e socioeconômico do Brasil; conhecimento/experiência em questões de discriminação racial, étnica e LGBTI no país em especial de mulheres negras LBTI; conhecimento/experiência sobre os direitos das mulheres negras e sobre o movimento feminista; capacidade demonstrada de compreender e trabalhar questões de gênero e sexualidade; habilidades desenvolvidas de redação e pesquisa; será valorizado conhecimento sobre os Sistemas Interamericano e das Nações Unidas. Habilidades para trabalhar sob pressão de tempo será valorizada. O cargo é por 1 ano, com possibilidade de prorrogação.

Remuneração: Por nível de experiência e de acordo com organizações sem fins lucrativos na América Latina.

Inscrição: Informações somente por e-mail. Envie carta de apresentação, currículo e amostra de redação em português por e-mail para jobs@oldrace.wp.

Localização: Rio de Janeiro – Brasil

Pessoas LGBTI negras são especialmente convidadas a se inscrever. Raça e Igualdade é um empregador de oportunidades iguais.

Oportunidade de Trabalho: Oficial de programa sobre Racismo Religioso

Brasil, 07 de julho de 2021 – O Instituto Internacional sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos é uma organização internacional de proteção dos direitos humanos fundada em 2015, que trabalha com ativistas locais na América Latina para construir movimentos populares que promovam a proteção dos direitos das populações marginalizadas por seu gênero, raça, etnia, status socioeconômico, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência.

Raça e Igualdade adota uma abordagem proativa para desenvolver a capacidade de suas organizações parceiras e promover os direitos de pessoas afro-latinas, LGBTI, povos indígenas, mulheres e outros grupos marginalizados. Usamos uma combinação de litígio, mobilização da comunidade, relatórios de direitos humanos, pesquisa e incidência em nível nacional e internacional, o que nos permite unir nossos parceiros para desenvolver e implementar estratégias para mudanças sociais, culturais e políticas. Um aspecto fundamental desse trabalho concentra-se na expansão do papel das ONGs que representam as comunidades marginalizadas em nível regional. Por essa razão, nosso programa inclui o fortalecimento da capacidade de nossas organizações parceiras para defender a plena e completa incorporação de temas de discriminação e racismo na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígio dentro do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com o litígio nacional, promoção de políticas e mobilização comunitária.

Descrição do trabalho: Trabalhando em colaboração com nossas organizações parceiras, outros Oficiais de Raça e Igualdade no Brasil e o Diretor Executivo, a pessoa que prestará a consultoria coordenará o programa sobre racismo religioso de Raça e Igualdade, que tem o objetivo de fortalecer a capacidade das organizações da sociedade civil afro-brasileiras no Brasil para o combate ao racismo religioso e para reduzir a violência e a discriminação contra praticantes de religiões afro-brasileiras.

Qualificações: Bacharel em Direito, ciências sociais, relações internacionais, ciência política, administração, comunicação ou áreas correlatas, dando-se preferência a estudos especializados em direitos humanos. 3-5 anos de experiência em direitos humanos ou áreas afins na América Latina; capacidade de raciocínio político maduro e conhecimento das tradições políticas e jurídicas da América Latina; conhecimento sobre o contexto socioeconômico do Brasil e da América Latina; conhecimento/experiência consolidada em questões de racismo religioso e intolerância religiosa, discriminação racial, étnica e LGBTI na região; conhecimento/experiência sobre os direitos das mulheres negras; capacidade demonstrada de compreender e trabalhar questões de interseccionalidade; habilidades desenvolvidas de redação e pesquisa; conhecimento sobre os Sistemas Interamericano e das Nações Unidas. Habilidades para trabalhar sob pressão de tempo será valorizada. É necessário que se tenha boa comunicação oral e escrita em português, inglês e espanhol. O cargo é por 1 ano, com possibilidade de prorrogação.

Remuneração: Por nível de experiência e de acordo com organizações sem fins lucrativos na América Latina.

Inscrição: Informações somente por e-mail. Envie carta de apresentação, currículo e amostra de redação em espanhol ou inglês e português por e-mail para jobs@oldrace.wp

Localização: Brasil – Rio de Janeiro

Raça e Igualdade dará prioridade a pessoas negras, quilombolas e LGBTI.

Oportunidade de Trabalho – Coordenador/a de País: Brasil

O Instituto Internacional sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos é uma organização internacional de proteção dos direitos humanos fundada em 2015, que trabalha com ativistas locais na América Latina para construir movimentos populares que promovam a proteção dos direitos das populações marginalizadas por seu gênero, raça, etnia, status socioeconômico, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência.

Raça e Igualdade adota uma abordagem proativa para desenvolver a capacidade de suas organizações parceiras e promover os direitos de pessoas afro-latinas, LGBTI+, povos indígenas, mulheres e outros grupos marginalizados. Usamos uma combinação de litígio, mobilização da comunidade, relatórios de direitos humanos, pesquisa e incidência em nível nacional e internacional, o que nos permite unir nossos parceiros para desenvolver e implementar estratégias para mudanças sociais, culturais e políticas. Um aspecto fundamental desse trabalho concentra-se na expansão do papel das ONGs que representam as comunidades marginalizadas em nível regional. Por essa razão, nosso programa inclui o fortalecimento da capacidade de nossas organizações parceiras para defender a plena e completa incorporação de temas de discriminação e racismo na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígio dentro do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com o litígio nacional, promoção de políticas e mobilização comunitária.

Descrição do trabalho: Trabalhando em colaboração com nossas organizações parceiras, outros Oficiais de Programa e o Diretor Executivo, o/a Coordenador/a de Raça e Igualdade Brasil apoiará a consolidação de nossa equipe brasileira e o desenho e implementação de programas inovadores para fortalecer a capacidade de ativistas e organizações do movimento negro, indígena e LGBTI+ no Brasil, especialmente na documentação de violações de direitos humanos e no trabalho de defesa de direitos, assim como para usar o sistema interamericano de direitos humanos e o sistema das Nações Unidas. Outras responsabilidades incluem o apoio a workshops de direitos humanos para nossos parceiros do movimento negro, indígena e LGBTI+; acompanhar a defesa e o contencioso internacional e nacional; preparar relatórios escritos sobre o impacto do programa e seus sucessos, incluindo aspectos administrativos e logísticos; escrever relatórios para doadores.

Qualificações: Bacharelados em Direito; Relações Internacionais e/ou Ciência Política, dando-se preferência a estudos especializados em direitos humanos. Três a sete anos de experiência em direitos humanos ou áreas afins na América Latina, com dedicação aos direitos da comunidade negra e LGBTI+; capacidade de raciocínio político maduro e conhecimento das tradições políticas e jurídicas da América Latina; conhecimento sobre o contexto socioeconômico do Brasil e da América Latina; conhecimento/experiência em questões de discriminação racial, étnica e LGBTI+ na região; conhecimento/experiência sobre os direitos das mulheres negras e sobre o movimento feminista; capacidade demonstrada de compreender e trabalhar questões de gênero e sexualidade; habilidades desenvolvidas de redação e pesquisa; experiência em gestão de projetos; conhecimento sobre os Sistemas Interamericano e das Nações Unidas; experiência no fomento a capacitações e mobilizações comunitárias; habilidades para trabalhar sob pressão de tempo e disponibilidade para fazer viagens nacionais e internacionais será valorizada. É necessário que se tenha nível avançado de inglês e, preferencialmente, capacidade de comunicação em espanhol. O cargo é por 1 ano, com possibilidade de prorrogação.

Remuneração: Por nível de experiência e de acordo com organizações sem fins lucrativos na América Latina.

Inscrição: Informações somente por e-mail. Envie carta de apresentação, currículo e amostra de redação em espanhol ou inglês e português por e-mail para jobs@oldrace.wp

A vaga será destinada preferencialmente a pessoas negras, quilombolas, indígenas e/ou LGBTI+.

Raça e Igualdade é um empregador de oportunidades iguais.

Oportunidade de Trabalho: Assessor/a de Advocacy em Brasília (Brasil)

Brasil, 09 de fevereiro de 2021 – O Instituto Internacional sobre Raça, Igualdade e Direitos Humanos é uma organização internacional de proteção dos direitos humanos fundada em 2015, que trabalha com ativistas locais na América Latina para construir movimentos populares que promovam a proteção dos direitos das populações marginalizadas por seu gênero, raça, etnia, status socioeconômico, orientação sexual, identidade de gênero ou deficiência.

Raça e Igualdade adota uma abordagem proativa para desenvolver a capacidade de suas organizações parceiras e promover os direitos de pessoas afro-latinas, LGBTI, povos indígenas, mulheres e outros grupos marginalizados. Usamos uma combinação de litígio, mobilização da comunidade, relatórios de direitos humanos, pesquisa e incidência em nível nacional e internacional, o que nos permite unir nossos parceiros para desenvolver e implementar estratégias para mudanças sociais, culturais e políticas. Um aspecto fundamental desse trabalho concentra-se na expansão do papel das ONGs que representam as comunidades marginalizadas em nível regional. Por essa razão, nosso programa inclui o fortalecimento da capacidade de nossas organizações parceiras para defender a plena e completa incorporação de temas de discriminação e racismo na Organização dos Estados Americanos (OEA) e litígio dentro do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, em coordenação com o litígio nacional, promoção de políticas e mobilização comunitária.

Descrição do trabalho: Trabalhando em colaboração com nossas organizações parceiras, outros Oficiais de Raça e Igualdade no Brasil e o Diretor Executivo, a pessoa que prestará a consultoria desempenhará ações de incidência junto ao Congresso Nacional e demais instituições em Brasília, além de fortalecer as relações da instituição com demais organizações da sociedade civil, conduzir atividades de advocacy, mapear e implementar estratégias para a defesa de direitos humanos conforme as áreas de atuação da  Raça e Igualdade, acompanhar trâmites legislativos, e demais tarefas inerentes ao cargo.

Qualificações: Bacharel em Direito, relações internacionais, ciência política,  administração pública, comunicação ou áreas correlatas, dando-se preferência a estudos especializados em direitos humanos. 3-5 anos de experiência em direitos humanos ou áreas afins na América Latina; capacidade de raciocínio político maduro e conhecimento das tradições políticas e jurídicas da América Latina; conhecimento sobre o contexto socioeconômico do Brasil e da América Latina; conhecimento/experiência em questões de discriminação racial, étnica e LGBTI na região; conhecimento/experiência sobre os direitos das mulheres negras e sobre o movimento feminista; capacidade demonstrada de compreender e trabalhar questões de gênero e sexualidade; habilidades desenvolvidas de redação e pesquisa; conhecimento sobre os Sistemas Interamericano e das Nações Unidas. Habilidades para trabalhar sob pressão de tempo será valorizada. É importante ter amplo conhecimento do processo legislativo. É necessário que se tenha boa comunicação oral e escrita em português, inglês e espanhol. O cargo é por 1 ano, com possibilidade de prorrogação.

Remuneração: Por nível de experiência e de acordo com organizações sem fins lucrativos na América Latina.

Inscrição: Informações somente por e-mail. Envie carta de apresentação, currículo e amostra de redação em espanhol ou inglês e português por e-mail para jobs@oldrace.wp.

Raça e Igualdade dará prioridade a pessoas negras, quilombolas, indígenas e LGBTI.

Junte-se aos nossos esforços

Apoie o empoderamento de indivíduos e comunidades para alcançar mudanças estruturais na América Latina.